MINHA CAPA AZUL

 

minha estrada

Dia desses,

resolvi tirar minha capa azul;

igualzinha a de minha Adélia,

a Prado.

É que olhei o céu,

e nunca o tinha visto tão claro.

Desfiz-me do zelo costumeiro,

e fui caminhar um caminho,

sem minha capa azul.

Olhando ao longo da estrada,

 Vi árvores conversando,

mãos dadas,

folhas entrelaçadas,

de um céu completamente  pintado de verde,

salpicado de frutas multicoloridas,

qual as bolas das árvores do natal.

Os Passarinhos beliscando;

as migalhas caindo e bordando o chão.

Que dia!

Os primeiros choros da chuva começaram a cair

e eu nem para sentir.

Fui ver,

Era trovoada..

Por que tirei minha capa azul?

Olvidadas as intemperanças do céu,

ela estaria ali para me proteger!

Rborboleta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s